A geometria na decoração está em alta!


Quando pensamos em quadrados, círculos, retângulos, polígonos e tantas outras formas, nos vem a cabeça a antiga geometria que aprendemos na escola. Mas uma nova tendência está ganhando o mercado de decoração e está trazendo modernidade aos ambientes em lares e comércios, o uso de formas geométricas para decoração.

Além do toque de modernidade, a combinação de formas e cores criam padrões infinitos, dando oportunidade para que cada pessoa expresse seu gosto e personalidade na decoração do ambiente.

São desde objetos como vasos, quadros, persianas e lustres, e até mesmo, em papel de parede e pisos, que quando combinados corretamente, criam um ambiente cheio de personalidade, sofisticação e estilo.

Mas cuidado, o uso desta vasta gama de opções precisa de atenção e bom senso. As cores e objetos devem conversar entre si, compondo uma atmosfera agradável e harmônica ao ambiente.

É importante avaliar o ambiente e planejar, onde, e para que, será usado cada objeto. O uso excessivo e descuidado das formas na decoração, pode criar um ambiente pesado e com aparência de desorganizado, principalmente, quando escolhida uma paleta de cores quentes.

Veja alguns exemplos de aplicação das formas geométricas em ambientes:

Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Papel de parede em cores neutras.
Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Papel de parede com cores quentes.
Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Papel de parede representando formas.
Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Nichos e prateleiras.
Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Quadros e vasos.
Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Pisos
Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Pequenos objetos.

2. Significado de algumas formas geométricas

O uso das formas geométricas na comunicação é um meio para se atingir o público alvo. Cada forma tem seu significado, que inconscientemente nos leva as emoções que ela representa.

Na decoração isso não é diferente, o tipo das formas geométricas usadas no ambiente os carregam com emoções que elas representam.

Em alguns casos, pode se passar horas dentro do mesmo ambiente. Por isso, é importante no momento de decorar, entender os significados das formas. Assim, elas podem ser usadas ligadas umas às outras; gerando uma corrente de emoções positivas; anexadas as emoções que também são geradas através das cores.

Vejamos algumas de suas representações:

◆ Quadrado - Representa força, poder, equilíbrio, confiança, resistência e igualdade.

◆ Retângulo deitado - Representa solidez, potência, paz, racionalidade e estabilidade.

◆ Retângulo em pé - Representa eficiência, crescimento e sustentação.

◆ Triângulo para baixo - Representa instabilidade e mobilidade.

◆ Triângulo para cima - Representa ascensão, progresso, dinamismo e estabilidade.

◆ Triângulo para o lado - Representa direção, movimento e velocidade.

◆ Círculo - Representa a continuidade sem fim, família, amigos, proteção, segurança, cuidado e estabilidade.

◆ Losango - Representa mobilidade, velocidade e rapidez.

◆ Linha Vertical - Representa a masculinidade, racionalidade, força, coragem, dominação, poder e ousadia.

◆ Linha Horizontal - Representa a feminilidade, fortes emoções, tranquilidade, silêncio, paz, calma, tranquilidade e descanso.

Com base nessas informações, podemos entender um pouco o que cada forma representa em um ambiente.

Pensando na representação de cada uma, por exemplo, não iremos colocar em um quarto objetos que destaquem o Losango e o Triângulo de lado, já que representam movimento. Mas eles são ótimos para ambientes comerciais.

Já nos quartos, ambiente em que precisamos de tranquilidade, iremos optar pelo uso de linhas horizontais.

Isso é apenas um dos exemplos do que podemos criar através do uso das formas geométricas em um ambiente, agora que sabemos a representação de cada uma.

3. O uso das formas geométricas no papel de parede, persiana e piso vinílico em quartos infantis

Algumas dúvidas podem surgir no momento de usar formas geométricas para decorar quartos infantis. Porque nesse ambiente queremos coisas delicadas, infantis, de cores leves, com desenhos de bichinho, que trazem paz e tranquilidade para a criança. E usar formas geométricas pode parecer adulto e forte demais para um ambiente infantil. Mas o uso adequado no ambiente, pode conferir o toque de modernidade e sofisticação que as formas geométricas trazem, além de um toque de diversão, sem fazer com que o ambiente se torne pesado e inadequado para crianças.

Uma das formas mais práticas e assertivas na hora de decorar o quarto infantil com formas geométricas, é usando papel de parede, persianas e piso. Pode se perguntar, por que não nos objetos?

Bebês tendem a levar pequenos objetos à boca, já que, até os dois anos de idade praticamente tudo em volta deles giram em torno da alimentação. No caso de crianças maiores, eles tendem a ser curiosos e o risco com objetos cortantes nessa fase podem ser perigosos. Por isso no quarto infantil não é recomendado o uso de pequenos objetos para decoração.

Nesse caso, a decoração geométrica fica em torno da parede, pisos e móveis. Mas isso não significa que se tenha pouco para decorar.

Papel de parede - A parte vantajosa de se usar o papel de parede na decoração é que ele é muito mais fácil de se trocar do que revestimentos e pinturas de parede, e também, é mais barato. Pode ser aplicado de várias formas, e o uso de formas geométricas pode ser encontrado em várias cores e estilos. O interessante é avaliar que as formas estão presentes, mas mesmo assim, não se perdeu o toque infantil de ambiente.

Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Aplicado apenas parcialmente, deixando o restante das paredes em cores neutras. Nesse caso, a forma geométrica em linhas horizontais.
Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Aplicado totalmente no ambiente. Nesse caso, a forma geométrica em quadrados formando xadrez.
Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Aplicado em apenas meia parede. Nesse caso, as formas geométricas em linha vertical e triângulo.
Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Uma variação interessante para a decoração. O papel de parede aplicado apenas no teto. Nesse caso, a forma geométrica em losango.

Piso - Uma ótima alternativa na hora da decoração é o piso vinílico, porque, a aplicação é rápida e fácil, é um piso leve, tem um preço acessível, tem vários modelos, resiste bem a impactos e reduz o barulho no ambiente. Por não ser um produto orgânico, não sofre ataques de cupins.

É ideal para a aplicação em vários ambientes internos como quartos, salas e cozinha.

Em quartos infantis auxilia na diminuição de barulho de passos e queda de objetos, os desenhos são duráveis e não saem com facilidade, o que faz o ambiente ser ótimo para crianças brincarem.

É possível encontrar em várias formas e cores para se usar na decoração; mesmo quando pensamos em uso de formas geométricas; o que deixa o ambiente mais divertido e colorido.

Vale ressaltar que para uma maior aderência e durabilidade, ele deve ser aplicado em contrapiso liso e bem seco. É de fácil limpeza, mas devem ser evitadas as lavagens constantes, já que ele é aplicado com cola específica.

Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis

Persianas - Uma peça indispensável na hora da decoração e que traz muita personalidade ao ambiente. Há algum tempo era muito comum se usar cores neutras de cortinas nos ambientes. Mas essa nova tendência do uso das formas geométricas na decoração, renovou também as cores que podem ser usadas nas cortinas.

Para os quartos infantis, uma persiana é de grande utilidade, conferindo maior conforto através do controle de luz externa e a diminuição de ruído.

Além de fáceis de limpar, existe a opção de modelos mais curtos ou mais longos. Sendo recomendado que para crianças menores sejam usados os modelos mais curtos, para evitar que eles puxem a cortina ou até mesmo pintem com canetinha ou algo do tipo.

Existem vários tipos e design de persianas disponíveis, e é importante avaliar qual o tipo de modelo que se adequa melhor ao ambiente. Entre eles os mais comuns são:

Persiana Rolô: Feita a base de poliéster, o mecanismo de funcionamento é de baixo para cima, fazendo com que a cortina fique enrolada em um rolo no topo da janela. Sua trama permite um pouco de entrada de luz.

Cortina Painel: Disponível em várias opções de tecidos, pode ser fixada no teto ou na parede. O mecanismo de funcionamento é através de corda, que fazem com que a movimentação dos módulos, as folhas da cortina, sejam abertas de forma lateral. Boa para grandes ambientes, promove pouca ou muita entrada de luz, dependendo do tecido em que for feita.

Cortina Romana: Disponível em várias opções de tecidos, pode ser fixada no teto ou parede. A maior característica desta cortina são suas linhas horizontais. O mecanismo de funcionamento é de baixo para cima, mas diferente da cortina Rolô, quando recolhida a Cortina Romana forma gomos com o tecido. Promove pouca ou muita entrada de luz, dependendo do tecido em que for feita.

Veja alguns modelos de geométricos usados em persianas:

Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Cortina Romana, com forma geométrica de listras.
Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Cortina Romana, com forma geométrica de quadrados.
Sucesso dos Geométricos nos Quartos Infantis
Cortina Rolô, com forma geométrica de listras.

Considerando as ideias que foram apresentadas, na hora de se decorar um quarto infantil é importante se pensar que tipo de estímulos se desejar dar a criança. Os ambientes podem ser decorados desde calmos e tranquilos, até ambientes quentes e que estimulem a criatividade da criança. A criança deve ter um espaço personalizado que tenham características que combinem com sua personalidade, passem a sensação de um ambiente acolhedor, íntimo e confortável. Um lugar onde ela possa se divertir, brincar, descansar tranquilamente e se desenvolver com confiança.

Contato

EM CASO DE DÚVIDA(?) ENTRE EM CONTATO

Subir